Quinta-feira
05 de Agosto de 2021 - 

Intranet

Clientes / Advogados

Notícias

Boletins

Assine e receba nossas atualizações jurídicas

Bolsas de Valores

Bovespa 0,92% . . .
Dow Jone ... % . . .
NASDAQ 0,02% . . .
França 0,43% . . .
Japão 1,86% . . .
S&P 500 0,31% . . .

Cotação de Câmbio

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,21 5,21
EURO 6,17 6,17
IENE 0,05 0,05
GUARANI 0,00 0,00
LIBRA ES ... 7,25 7,25
PESO (ARG) 0,05 0,05

Webmail

Institucional / Colaboradores

Previsão do tempo

Hoje - Brasília, DF

Máx
23ºC
Min
14ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - Brasíli...

Máx
24ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Hoje - Niterói, RJ

Máx
22ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - Niterói...

Máx
23ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - São Paulo, SP

Máx
22ºC
Min
9ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - São Pau...

Máx
22ºC
Min
10ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
22ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - Rio de J...

Máx
23ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Desembargador Paulo Miguel de Campos Petroni é homenageado no OE

Magistrado está próximo do limite de idade. Os integrantes do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo homenagearam, na sessão de ontem (23), o colega Paulo Miguel de Campos Petroni, que anunciou ser aquela sua última participação no colegiado já que em agosto atingiria a idade limite para a aposentadoria, requerida no dia anterior. Não só a qualidade de seu trabalho foi destacada pelos colegas. Além do conteúdo de seus votos, houve unanimidade nos pronunciamentos em relação às características gentis que marcam o trato com todos e à aparência física que não combina com aposentadoria compulsória por chegar aos 75 anos. Logo no início da sessão, o presidente Geraldo Francisco Pinheiro Franco destacou a cortesia, o equilíbrio e o talento do magistrado. “Quero, em nome de todos os presentes e em meu próprio nome, registrar nosso reconhecimento pelo seu trabalho e amizade. Além disso, desejar que seja muito feliz nessa nova trajetória a partir da aposentadoria.” A cada manifestação, uma história de conteúdo diferente, mas com igual lhaneza, vinha a público. O vice-presidente, desembargador Luis Soares de Mello, destacou que Campos Petroni era uma das pessoas mais bem informadas que conhecia. “Uma pessoa que conhece tudo, prima pela tremenda elegância e cavalheiríssimo em todos os procederes, não só no comportamento como na aparência”. As palavras do corregedor-geral da Justiça, desembargador Ricardo Mair Anafe, retrataram um convívio desde 1989, quando companheiros na Sociedade Amigos da Marinha (Soamar). “Um gentleman, extremamente cavalheiro. Como profissional não há o que se falar. São 47 anos, uma vida. Só posso dar os parabéns extensivos também à sua gentil esposa.” Alguns dos desembargadores, como Maria Cristina Zucchi, Cláudio Antonio Soares Levada e Renato Sandreschi Sartorelli destacaram, além da polidez sempre presente no convívio com o colega, as situações diferentes e inusitadas em viagens ao exterior, realizadas em pequenos grupos já que Campos Petroni é um estudioso do Direito Comparado. “Que a vida culta que tanto o atrai continue em sua trajetória”, disse a desembargadora Cristina Zucchi. As manifestações unânimes dos desembargadores estão registradas na gravação da sessão do OE da data de ontem. Também o Ministério Público, por intermédio do procurador de Justiça Wallace Paiva Martins Junior, expressou os votos de felicidades e de bom proveito da aposentadoria. Sob a ótica da Advocacia, Campos Petroni recebeu os cumprimentos de José Rogério Cruz e Tucci, ex-diretor da Faculdade de Direito da USP.  Cruz e Tucci falou também na condição de amigos, já que foram vizinhos por muitos anos. Nas palavras do desembargador Paulo Miguel de Campos Petroni, seus 47 anos dedicados à Magistratura foram contínuos e efetivos. “Sempre procurei me esforçar o máximo possível visando o bem comum e a paz social. Tive uma carreira feliz, sem encalços e fiz ótimas amizades e fui muito bem recebido nas sessões que participei como convocado. Desejo que Deus continue a iluminar esta Corte.” Trajetória – Paulo Miguel de Campos Petroni é formado pela Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie, turma de 1970. Foi estagiário na Advocacia, no Ministério Público e atuou como advogado até 1974, ano no qual ingressou na Magistratura, como juiz substituto na 10ª Circunscrição Judiciária com sede em Pirassununga. A 1ª entrância foi na Comarca de Cerqueira César; a 2ª, na Comarca de Cotia e na 3ª atuou como juiz auxiliar da Capital.  Como magistrado de entrância especial, em 1985, judicou na 8ª Vara Criminal Central até a promoção, em 1994, para o 2º Tribunal de Alçada Civil. Em fevereiro de 2005, nos termos da Emenda Constitucional nº 45/04, tomou posse como desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo. Atualmente preside a 27ª Câmara de Direito Privado.   imprensatj@tjsp.jus.br   Siga o TJSP nas redes sociais:  www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial
24/06/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitante nº  3043623
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.