Segunda-feira
23 de Setembro de 2019 - 

Intranet

Clientes / Advogados

Notícias

Boletins

Assine e receba nossas atualizações jurídicas

Webmail

Institucional / Colaboradores

Daldice Santana e Fernando Mattos se despedem do CNJ

O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, homenageou os conselheiros Daldice Santana e Fernando Mattos, cujos mandatos se encerram nos próximos dias 24 e 29, respectivamente. No encerramento da 295ª Sessão Ordinária, na terça-feira (20/8), Dias Toffoli agradeceu a contribuição de ambos nos dois biênios em que integraram o CNJ (2015-2017 / 2017-2019) e ressaltou a importância dos trabalhos que desenvolveram, tanto no Conselho, quanto nas carreiras de magistrados. Sobre a conselheira Daldice Santana, Toffoli lembrou que, em dois mandatos, ela presidiu a Comissão Permanente de Acesso à Justiça e Cidadania do CNJ e teve o trabalho marcado por forte atuação no Movimento Permanente pela Conciliação. “Ela contribuiu imensamente com o CNJ também em projetos como as Jornadas Maria da Penha, o programa Justiça pela Paz em Casa e no Comitê Gestor Nacional da Rede de Priorização do Primeiro Grau de Jurisdição”, recordou. Em relação ao conselheiro Fernando Mattos, Dias Toffoli destacou trabalho como presidente da Comissão Permanente de Gestão Estratégica, Estatística e Orçamento do CNJ, que acompanha e estabelece os indicadores de desempenho do Poder Judiciário. Ele lembrou ainda que Mattos marcou sua participação no CNJ antes mesmo de se tornar conselheiro, quando foi juiz auxiliar da Presidência na gestão do ministro do STF Ayres Britto e coordenou o Fórum da Saúde, e atuou também como secretário-geral adjunto. “Os dois conselheiros estiveram por dois biênios honrando o CNJ, honrando a indicação do STJ [Superior Tribunal de Justiça], honrando a cada um de nós e também aos jurisdicionados”, afirmou. Ainda durante a sessão, Dias Toffoli anunciou a posse, no próximo dia 10 de setembro, dos conselheiros Candice Lavocat Galvão Jobim e Rubens de Mendonça Canuto Neto, desembargadora e juiz federais indicados pelo STJ. Candice Galvão ingressou na Justiça Federal em 2006 e, atualmente, exerce a função de juíza auxiliar da Presidência do STJ. Ela foi juíza auxiliar do ministro João Otávio de Noronha junto ao CNJ ente 2016 e 2018, na Corregedoria Nacional de Justiça. Exerceu a advocacia entre os anos de 1996 a 2000 e a função de procuradora da Fazenda Nacional. Rubens Canuto foi técnico judiciário, delegado da Polícia Federal e advogado da União. Ele ingressou na magistratura em 2002 como juiz federal substituto do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Em 2015, tomou posse como juiz do TRF da 5ª Região em decorrência de promoção por merecimento. Jeferson MeloAgência CNJ de Notícias
21/08/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitante nº  276406
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.