Segunda-feira
01 de Março de 2021 - 

Intranet

Clientes / Advogados

Notícias

Boletins

Assine e receba nossas atualizações jurídicas

Bolsas de Valores

Bovespa 0,92% . . .
Dow Jone ... % . . .
NASDAQ 0,02% . . .
França 0,43% . . .
Japão 1,86% . . .
S&P 500 0,31% . . .

Cotação de Câmbio

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,53 5,53
EURO 6,71 6,71
IENE 0,05 0,05
GUARANI 0,00 0,00
LIBRA ES ... 7,73 7,73
PESO (ARG) 0,06 0,06

Webmail

Institucional / Colaboradores

Previsão do tempo

Hoje - Brasília, DF

Máx
25ºC
Min
17ºC
Pancadas de Chuva a

Terça-feira - Brasíl...

Máx
27ºC
Min
17ºC
Pancadas de Chuva

Hoje - Niterói, RJ

Máx
30ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Niteró...

Máx
30ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - São Paulo, SP

Máx
28ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva a

Terça-feira - São Pa...

Máx
29ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
30ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Rio de ...

Máx
30ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

22/02/2021 - 15h26Juiz entra em exercício como convocadoMagistrado atuará na 5ª Câmara Cível do TJMG

É a segunda ocasião em que Roberto Apolinário de Castro substitui no TJMG A partir desta segunda (22/2), o juiz Roberto Apolinário de Castro passa a compor, provisoriamente, a turma da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), como convocado. O ato foi formalizado pelo presidente do TJMG, desembargador Gilson Soares Lemes, no gabinete da Presidência. O juiz assume a vaga do desembargador Luís Carlos Gambogi, afastado para tratamento de saúde. É a segunda ocasião em que Roberto Apolinário de Castro substitui no TJMG. De junho de 2019 a julho de 2020, o magistrado atuou na 10ª Câmara Cível. Ele tem 27 anos de dedicação à magistratura. Na solenidade, o presidente do TJMG, Gilson Lemes, destacou que a capacidade e a qualidade do juiz convocado foram recomendadas pelos colegas julgadores que conviveram com ele. O desembargador Gilson Lemes deu boas-vindas ao magistrado, desejando que ele tenha o mesmo sucesso de sua última convocação. “É relevante a convocação do juiz Roberto Apolinário para compor a 5ª Câmara Cível, pois ele desempenhou ótimos trabalhos e proferiu excelentes votos. Todos os que aqui estão podem ser testemunhas disso. Ele volta a integrar o Tribunal de Justiça, temporariamente, e terá, agora, nova oportunidade de mostrar toda a sua competência e experiência na vida jurídica”, ressaltou o presidente. Disposição para contribuir Segundo o magistrado, o retorno ao TJMG é uma realização e uma oportunidade de crescimento profissional. A expectativa é desenvolver um bom trabalho, dando sequência ao que ocorreu na temporada anterior no Tribunal. “Estarei num ramo perso, pois antes se tratava de câmara de direito privado e agora é direito público. Espero poder somar, realmente, junto com meus pares, que são excelentes desembargadores. Quero oferecer o melhor para o Poder Judiciário”, declarou o juiz convocado. “Todo magistrado sonha estar no Tribunal. É um aprendizado de como aplicar o Direito de forma correta. Como o julgamento é colegiado, tira-se o peso de julgar inpidualmente, pois são decisões discutidas, dialogadas. Não é a vontade de um que se impõe, mas o entendimento coletivo. Isso é muito importante. É, sem dúvida, o ápice de minha carreira”, conclui. Acompanharam a entrada em exercício do juiz, o 1º e o 3º vice-presidentes do TJMG, desembargadores José Flávio de Almeida e Newton Teixeira Carvalho; o desembargador José Arthur Filho, superintendente administrativo adjunto do TJMG, a filha do empossando, a advogada Renata Apolinário de Castro Lima. Também prestigiaram a solenidade o presidente da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis), desembargador Alberto Diniz, e os desembargadores Moacyr Lobato, Áurea Brasil e Carlos Levenhagen, que serão colegas do juiz Roberto Apolinário na 5ª Câmara Cível. Currículo Natural de Carangola, o novo juiz convocado formou-se pela Faculdade de Direito do Vale do Rio Doce (Fapale), tendo iniciado a carreira de juiz em 1995, na comarca de Novo Cruzeiro.   Posteriormente trabalhou nas Comarcas de Timóteo, Governador Valadares e na capital, onde respondeu pela Vara Agrária de Minas Gerais e de Acidente do Trabalho de Belo Horizonte. Atuou ainda, por 25 anos, na justiça eleitoral, nas Comarcas de Mantena, Tarumirim, Galileia, Peçanha, Conselheiro Pena e Açucena. O juiz Roberto Apolinário de Castro é mestre pela Universidade Gama Filho e pós-graduado em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho e em Direito Civil e Processo Civil pela Fapale. Fez percurso no magistério, em várias instituições, com as disciplinas de Direito Processual Civil e Penal e Direito Público. Em sua trajetória, promoveu largamente a área de conciliação, durante o período em que esteve nos juizados especiais e como coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Governador Valadares.
22/02/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitante nº  2373913
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.