Quinta-feira
05 de Agosto de 2021 - 

Intranet

Clientes / Advogados

Notícias

Boletins

Assine e receba nossas atualizações jurídicas

Bolsas de Valores

Bovespa 0,92% . . .
Dow Jone ... % . . .
NASDAQ 0,02% . . .
França 0,43% . . .
Japão 1,86% . . .
S&P 500 0,31% . . .

Cotação de Câmbio

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,21 5,21
EURO 6,17 6,17
IENE 0,05 0,05
GUARANI 0,00 0,00
LIBRA ES ... 7,25 7,25
PESO (ARG) 0,05 0,05

Webmail

Institucional / Colaboradores

Previsão do tempo

Hoje - Brasília, DF

Máx
23ºC
Min
14ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - Brasíli...

Máx
24ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Hoje - Niterói, RJ

Máx
22ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - Niterói...

Máx
23ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - São Paulo, SP

Máx
22ºC
Min
9ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - São Pau...

Máx
22ºC
Min
10ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
22ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - Rio de J...

Máx
23ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

21/07/2021 - 14h06Três novos Cejuscs são inaugurados no interior de Minas GeraisAs unidades foram instaladas nas comarcas de Areado, Cambuquira e Ferros

A Comarca de Areado já conta com uma nova unidade do Cejusc (Foto: Cecília Pederzoli) O 3º vice-presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Newton Teixeira Carvalho, inaugurou nesta quarta-feira (21/7), pela manhã, mais três Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs) no interior do Estado. Eles estão instalados nas Comarcas de Areado (Sul de Minas), Cambuquira (Sul de Minas) e Ferros (Região Central de Minas). Com essas inaugurações, das 297 comarcas mineiras, 243 já possuem Cejuscs. Até o fim de junho de 2022, quando se encerra a atual gestão, os Cejuscs estarão presentes em todas as comarcas mineiras, como prevê o Projeto Justiça Eficiente (Projef) do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). O 3º vice-presidente do TJMG, desembargador Newton Teixeira Carvalho, destacou o importante papel que os Cejuscs desempenham principalmente nas comarcas do interior, onde milhares de pessoas têm muito menos acesso à Justiça. Segundo o magistrado, o Cejusc tem a missão de evitar que novos processos sejam abertos, desafogando as comarcas, ao promover a cultura da conciliação e mediação em detrimento da cultura de demandas judiciais, que ainda é excessiva no País. O desembargador Newton Teixeira Carvalho também incentivou os juízes das comarcas que receberam os Cejuscs a adotarem, cada vez mais, a cultura da justiça autocompositiva. “Os Cejuscs são laboratórios de ideias e podem levar, por meio da justiça itinerante, o Poder Judiciário até o cidadão mais distante e que está totalmente desamparado pelo Estado”. O juiz auxiliar da 3ª Vice-Presidência do TJMG, José Ricardo Véras, falou sobre a necessidade de os juízes das comarcas buscarem parcerias com outras entidades, como a Ordem dos Advogados, o Ministério Público, a Defensoria Pública e os Poderes Executivo e Legislativo das cidades, para que os Cejuscs possam funcionar de forma ainda mais efetiva. O 3º vice-presidente do TJMG, desembargador Newton Teixeira Carvalho, e o juiz auxiliar da 3ª Vice-Presidência, José Ricardo Véras (Foto: Cecília Pederzoli) O juiz auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça de Minas Gerais, Carlos Márcio de Souza Macedo, citou a função do Cejusc de levar a Justiça para quem realmente precisa. “É importante levar uma Justiça mais barata, mais rápida, mais eficaz e sobretudo verdadeira, aos mais necessitados”, afirmou o magistrado. Areado O juiz Flávio Branquinho da Costa, que será coordenador do Cejusc de Areado, destacou que o novo Centro Judiciário vai além de uma sala física, “já que representa a Justiça multiportas, com inúmeras possibilidades de acordo, seja pela conciliação ou mediação”. A instalação virtual do Cejusc em Cambuquira mobilizou autoridades que apostam na conciliação para solucionar conflitos (Foto: Cecília Pederzoli) Já o defensor público de Areado, Marcelo Vasconcelos de Souza, afirmou que a chegada do Cejusc irá garantir a efetividade da Justiça. O Município de Alterosa e o distrito de Divino Espírito Santo integram a Comarca de Areado. Cambuquira A juíza Karina Abdul Nour Tiosso, responsável pelo Cejusc de Cambuquira, disse que “pergências marcam o convívio em sociedade, contudo o ideal é a resolução das pergências de forma consensual. O Cejusc é a construção de uma nova mentalidade que estimula o diálogo para pacificar conflitos”. O desembargador Octávio de Almeida Neves, que foi juiz em Cambuquira, participou da instalação do Cejusc na comarca. Ele afirmou que abreviar a resolução de um conflito é melhor que esperar uma decisão judicial que pode demorar um tempo razoável. “Um acordo é melhor para todos.” O promotor de Justiça Cristiano Rocha Gazal, o procurador-geral do município, Júlio César de Paiva, e o presidente da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil, Valter da Silva, participaram da instalação virtual do Cejusc de Cambuquira. Ferros O coordenador do Cejusc da Comarca de Ferros, juiz Rafael Drumond de Lima, ressaltou a importância da adoção de ferramentas associadas à autocomposição para solucionar conflitos dos cidadãos. A Comarca de Ferros recebeu a 243ª unidade do Cejusc no Estado de Minas Gerais (Foto: Cecília Pederzoli) “A possibilidade de o próprio cidadão ser o protagonista da resolução do conflito através de um acordo é um grande avanço nas relações interpessoais”, frisou. O desembargador Saulo Versiani Penna, que já trabalhou na Comarca de Ferros, destacou a relevância da conciliação como a melhor alternativa para pacificar conflitos. Já o juiz auxiliar da Corregedoria Leopoldo Mameluque frisou a importância dos Cejuscs como alternativa para viabilizar a Justiça. O juiz da 2ª Vara Cível de Contagem, Pedro Câmara, que também trabalhou na Comarca de Ferros, participou da instalação do Cejusc. O magistrado lembrou que parte da população da região é carente, e a chegada do Cejusc vai auxiliar na resolução de muitos conflitos de forma célere, informal e sem custos. Integram a comarca o Município de Carmésia, além dos distritos de Borga Gato, Cubas, Esmeraldas de Ferros, Santa Rita do Rio do Peixe, Santo Antônio da Fortaleza e Sete Cachoeiras. Participaram da instalação do Cejusc na Comarca de Ferros o prefeito da cidade, Raimundo Menezes de Carvalho Filho; o prefeito de Carmésia, Atos Tácio; os advogados Bernardo Rosa e Nikolas Lage; o assessor jurídico Conrado Drumond e a vereadora Madalena Dias.
21/07/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitante nº  3043323
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.