Sexta-feira
07 de Agosto de 2020 - 

Intranet

Clientes / Advogados

Notícias

Boletins

Assine e receba nossas atualizações jurídicas

Bolsas de Valores

Bovespa 0,92% . . .
Dow Jone ... % . . .
NASDAQ 0,02% . . .
França 0,43% . . .
Japão 1,86% . . .
S&P 500 0,31% . . .

Cotação de Câmbio

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,34 5,34
EURO 6,33 6,34
IENE 0,05 0,05
GUARANI 0,00 0,00
LIBRA ES ... 7,02 7,02
PESO (ARG) 0,07 0,07

Webmail

Institucional / Colaboradores

Previsão do tempo

Hoje - Brasília, DF

Máx
23ºC
Min
12ºC
Predomínio de

Sábado - Brasília, D...

Máx
24ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Hoje - Niterói, RJ

Máx
25ºC
Min
18ºC
Predomínio de

Sábado - Niterói, RJ

Máx
26ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - São Paulo, SP

Máx
25ºC
Min
12ºC
Predomínio de

Sábado - São Paulo, ...

Máx
25ºC
Min
13ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
25ºC
Min
18ºC
Predomínio de

Sábado - Rio de Janei...

Máx
26ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

03/07/2020 - 17h22Recuperandos de Inhapim fazem máscaras, coletes e calçamentoO trabalho é resultado da costura entre Judiciário, Promotoria e Prefeitura

  Recuperandos da Apac de Inhapim fazem máscaras, que estão sendo fornecidas para postos de saúde, presídio e  população em geral Costurar. O mesmo que unir as partes. Normalmente de um pano, por meio de agulha e linha, mas pode ser por meio de um acordo também. E foi da costura entre Judiciário, Promotoria e Prefeitura que surgiram projetos executados pelos recuperandos da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Inhapim em prol da comarca. Recuperando é o nome dado a quem cumpre pena na Apac. Um dos projetos já alinhavados é a fabricação de máscaras, que estão sendo entregues à Prefeitura de Inhapim para abastecer os postos de atendimento à saúde. As máscaras são distribuídas também para os demais servidores municipais e a população em geral, por meio das campanhas desenvolvidas com o objetivo de prevenir e combater o coronavírus. Parte do material também é fornecido ao presídio da comarca, onde é destinado à proteção dos detentos, dos agentes penitenciários e dos demais servidores da unidade. De acordo com a juíza da 1ª Vara Cível, Criminal e de Execuções Penais de Inhapim, Sibele Cristina Lopes de Sá Duarte, quem a ajudou a unir os pontos entre ideia e prática foi o promotor de justiça Mateus Beghini Fernandes. Antes dele, o promotor Paulo Elias Severgnini Mendes Junior a auxiliou no aprimoramento da Apac local. Juíza de Inhapim Sibele Duarte foi uma das idealizadoras dos projetos desenvolvidos atualmente na Apac Os recuperandos também estão em fase de produção de coletes de proteção fabricados com material descartável, para uso dos servidores da saúde. Segundo a juíza, para a execução de ambos os projetos, foi fundamental o apoio de Mateus Beghini, que se empenhou para obter junto à Administração Municipal as máquinas de costura que foram cedidas à Apac. De acordo com ela, a confecção de equipamentos de proteção inpidual (EPIs) é um meio de trabalho a mais para os que estão privados de liberdade e é uma forma de contribuir para a sociedade, ao ajudar a reduzir os riscos de contaminação pelo novo coronavírus. “É uma possibilidade de profissionalização. A pena que a sociedade dá, muitas vezes, é perpétua. Mesmo depois de cumprir a pena, há, ainda, muito preconceito”, afirmou, acrescentando que a profissionalização ajuda na recuperação do inpíduo e no seu retorno à sociedade. A juíza elogiou o trabalho de sua equipe no fórum e o da Apac. Ela disse acreditar que o senso de pertencimento social advindo da confecção de equipamentos de proteção num momento de grande abalo da sociedade, aliado à valorização humana inerente à metodologia da Apac, criam ambiente favorável à verdadeira recuperação dos sentenciados. Recuperandos fabricam também coletes e bloquetes para calçamento   Outra conquista Do entrelaçamento dos profissionais junto às prefeituras da região surgiu mais uma construção: a fabricação de bloquetes para o calçamento que vai da Apac até a estrada de acesso à cidade. Segundo a magistrada, em época de chuva, ocorrem muitos problemas, porque o trecho é uma estrada de terra. “Quando chove, os carros ficam atolados, há dificuldade de abastecimento na cidade, então o calçamento vai ser muito útil”, afirmou. Esse projeto contou com a participação das prefeituras locais. Fazem parte da Comarca de Inhapim os Municípios São João do Oriente, São Sebastião da Anta, São Domingos das Dores, Don Cavati, Bugre e Iapu.
03/07/2020 (00:00)

ENTRE EM CONTATO

Rua do Carmo  nº 7,  17º andar
-  Centro
 -  Rio de Janeiro / RJ
-  CEP: 20011-020
+55 (21) 98024-8595+55 (21) 3254-2373
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitante nº  1552743
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.